Mulher morre atropelada após descer de ônibus durante assalto

 Uma mulher indeitifcada como Valdelice Fiúza da Boa Morte, 48 anos, morreu na noite de quarta-feira (21) após descer de um micro-ônibus durante um assalto, na entrada do Parque São Cristóvão.

Testemunhas contaram aos policiais da 49ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/São Cristóvão) que, após três criminosos, um deles estava portando arma de fogo, anunciarem o assalto no coletivo, uma das vítimas desceu do veículo e foi atropelada. A mulher morreu no local.

"Eu estava voltando da igreja quando vi a confusão. A cobradora estava contando para os policiais que, quando os caras anunciaram o assalto, os passageiros gritaram para o motorista abrir a porta. Dois passageiros conseguiram descer e os bandidos desceram em seguida, mas, na descida, puxaram a bolsa da mulher. Foi aí que ela se desequilibrou e caiu", contou o mecânico Jandailson Santos, 59 anos. 

Um dos bandidos teria gritado para o motorista, para avisar que a mulher caiu. "Ele disse 'a mulher está embaixo do buzu, motô', mas o motorista não ouviu. Quando ela caiu, a cabeça ficou na direção da roda. O rosto ficou desfigurado e uma das pernas ficou presa na roda do ônibus. O acidente foi feio", contou o mecânico.

Quando chegou para trabalhar na manhã desta quinta-feira (22), o comerciante Tarturiano Santos, 58, ainda encontrou as manchas de sangue no local. "Tinha um lençol sujo de sangue e alguns produtos como feijão e coisas de bebê [que eram levados pela vítima]. A insegurança está muito grande", disse 

Moradores contaram ainda que o micro-ônibus fazia a linha Valéria e estava no sentido Parque São Cristóvão quando tudo aconteceu. Eles disseram ainda que os bandidos costumam entraram nos coletivos em São Cristóvão e esperam locais pouco movimentados, como a região onde houve o acidente, para anunciar o assalto.

Local onde aconteceu assalto seguido por atropelamento (Foto: Evandro Veiga/CORREIO)

O local onde a vítima morreu é uma área comercial e, por conta da insegurança, os estabelecimentos encerram as atividades todos os dias por volta das 17h. 

O caso está sendo investigado pela 12ª Delegacia (Itapuã). O titular da unidade, delegado Nilton Tormes, contou que vai conversar com o motorista do coletivo nesta quinta-feira (22) e verificar se existe câmera de segurança no ônibus. "O que sabemos é que seriam dois bandidos que estariam roubando os passageiros, que a vítima se desequilibrou ao ter a bolsa puxada por um dos criminosos e caiu, sendo atropelada. Vou conversar com o rodoviários nesta tarde", disse. 

Policiais militares da 49ª CIPM foram acionados pelo Centro Integrado de Comunicação (Cicom), órgão da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) após receber a denúncia de que uma mulher ser atropelada por um micro-ônibus durante um roubo no veículo. O crime ocorreu por volta das 20h.

De acordo com a PM, quando chegou ao local, os policiais isolaram a área e acionaram o Serviço de Investigação em Local de Crime (Silc) para remoção do corpo e a realização de perícia. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal Nina Rodrigues.

Ainda segundo a polícia, os três indivíduos fugiram após cometerem o crime e até o momento ninguém foi identificado. A Polícia Civil investigará o caso.

 

Fonte: Correio 24 horas

;